Agenda

Não existem eventos no calendário

Próximos Eventos

julho 2020
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Estações

 ESTAÇÕES METEOROLOGICAS
ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS
Veja Aqui

PROTEJO EM DEFESA DO TEJO

protejo

7º VOGAR CONTRA A INDIFERENÇA
Descida de Canoa da Barragem de Ortiga/Belver até às Mouriscas
E
CONCENTRAÇÃO IBÉRICA DE CIDADÃOS
“EM DEFESA DO TEJO”
7 de setembro de 2019

Realizam-se no dia 7 de setembro de 2019, em celebração de uma década de atividade do proTEJO em defesa do Tejo, um conjunto de ações de mobilização de cidadãos de Portugal e de Espanha em defesa do Tejo.
E porque não é indiferente à cultura material e imaterial dos ecossistemas e comunidades taganas, bem pelo contrário, manifestar-se-ão igualmente protestos contra a sobre exploração a que o Tejo se encontra submetido.

 

Na manhã desta iniciativa decorrerá uma descida em canoa para “Vogar contra a indiferença”, com início a jusante da Barragem de Ortiga-Belver e cuja expedição tem como destino as Mouriscas, culminando num almoço em restaurante da Ortiga ou em picnic convívio, à escolha dos participantes. (Ficha de Inscrição AQUI)

Neste sentido, irá proceder-se à leitura da Carta Contra a Indiferença na qual se evidencia a necessidade de defender um rio Tejo livre com dinâmica fluvial pela rejeição dos novos projetos de construção de novos açudes e barragens - Projeto Tejo e a Barragem do Alvito - e pela exigência de uma regulamentação daqueles que já existem de modo a garantir: um regime fluvial adequado à prática de atividades náuticas e à migração e reprodução das espécies piscícolas; um estabelecimento de verdadeiros caudais ecológicos; e uma continuidade fluvial proporcionada por passagens para peixes eficazes.

 

A tarde será dedicada a uma Concentração Ibérica “Em defesa do Tejo”, na praia fluvial da Ortiga, pretendendo apresentar-se um “Manifesto em defesa da bacia do Tejo/Tajo” aos candidatos dos partidos políticos às eleições legislativas de 2019.
Está prevista uma mobilização significativa de grupos de cidadãos de ambos os lados da fronteira, provando-se que a defesa dos rios ibéricos ultrapassa as fronteiras administrativas e une os cidadãos com os mesmos problemas, independentemente da sua nacionalidade.
Esta atividade é organizada pelo proTEJO – Movimento Pelo Tejo e conta com o apoio do Município de Mação, da Rede de Cidadania por Uma Nova Cultura da Água do Tejo/Tajo e seus afluentes, da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza e da NATUR Z.

 

PROGRAMA - 7 de Setembro de 2019

Descida de Canoa - Barragem de Ortiga-Belver até às Mouriscas
9:00 - Receção Participantes (Local: Praia Fluvial de Ortiga)

10:00 - Boas Vindas do Município de Mação e Leitura da “Carta Contra a Indiferença” (Local: Praia Fluvial de Ortiga)
10:30 - Concentração e Início da Descida (Local: Jusante da Barragem de Ortiga-Belver)
14:00 - Almoço
15:00 - Início da Concentração Ibérica “Em defesa do Tejo” (Local: Praia Fluvial de Ortiga
15:30 - Leitura do “Manifesto em defesa do Tejo/Tajo”
16:00 - Intervenções de cidadãos participantes na Concentração Ibérica
18:00 - Despedida da Concentração Ibérica

APOIOS INCÊNDIOS MAÇÃO 2019

brasão

 

Na sequência do incêndio que recentemente assolou mais uma vez o Concelho de Mação, encontra-se à disposição dos produtores pecuários forragem e ração, que deve ser solicitada ou diretamente levantada na Junta de Freguesia de Cardigos, onde se encontra concentrada.
O açúcar disponível para alimentação dos enxames de abelhas afetados será distribuído pela Melbandos, Cooperativa de Apicultores do Concelho de Mação.


Os apoios do Governo para os produtores agrícolas atingidos por mais esta catástrofe resumem-se à Medida 6.2.2 do PDR para as freguesias de Cardigos e Amêndoa e à Medida 10 do PDR para a freguesia de Carvoeiro.


Como sempre, esta Câmara Municipal, com o apoio das Juntas de Freguesia e da Acripinhal, Associação de Criadores de Ruminantes do Pinhal, tudo fará para apoiar a população em mais este momento de grandes dificuldades e de reconstrução.


Para além da permanente disponibilidade dos serviços competentes em Mação (Sede de Associações) e Sertã (Acripinhal), estão previstas, a partir de 12 de agosto, várias deslocações da equipa especializada a Cardigos (Junta de Freguesia, a partir da manhã de 12/8) e a Amêndoa (Junta de Freguesia, a partir da tarde de 12/8), onde os proprietários agrícolas se devem deslocar a fim de registar os prejuízos e avaliar da viabilidade da efetivação de candidatura visando restabelecer a componente produtiva destruída, que inclui construções agrícolas, tratores, alfaias e maquinaria agrícola, culturas permanentes como olival, vinha ou pomares, animais incluindo colmeias, sistemas e equipamentos de rega, vedações, etc.
O registo de prejuízos é gratuito mas obrigatório para quem pretenda repor os meios de produção destruídos, sendo também completamente suportada pela Câmara Municipal e seus parceiros a formalização da candidatura e o seu acompanhamento. Os agricultores afetados deverão ser portadores de toda a documentação relativa às suas parcelas e da maior informação relativa aos prejuízos, incluindo número de árvores destruídas, metros de mangueiras ou vedações ardidas, etc.

 

INCÊNDIOS MAÇÃO 2019
LOCAIS E DATAS PARA A DECLARAÇÃO DE PREJUÍZOS


Alertamos para o seguinte: a primeira deslocação da equipa especializada às Juntas de Freguesia de Amêndoa e de Cardigos será no dia 12 de agosto, sendo que os técnicos regressarão a estes locais mais vezes para o efeito, em dias a definir.


• Sede de Associações
Rua do Adro, nº 14-16, Mação (em frente à Igreja Matriz)
Dias úteis das 9h às 12.30h e das 14h às 17.30h
Tlf. 241247031


• Acripinhal, Associação de Criadores de Ruminantes do Pinhal
Rua Nuno Álvares Pereira, Lote 1, C/V, Sertã
Dias úteis das 9h às 12.30h e das 14h às 17.30h
Tlf. 274603077


• Junta de Freguesia de Cardigos (Igreja Velha): a partir das 10h do dia 12/8/2019


• Junta de Freguesia de Amêndoa: a partir das 14.30h do dia 12/8/2019

 

Comunicado à população aqui.